sábado, 19 de dezembro de 2015

Love yourself


Hoje venho partilhar uma reflexão com vocês.
Não é escrito por mim. Apenas foi algo que eu li no momento certo, e que me fez pensar bastante sobre algumas coisas que me andavam a incomodar há algum tempo.
O texto está em brasileiro, e permanecerá, uma vez que quero manter fiel a mensagem.





"Se você puser um sapo numa panela, enchê-la com água e a colocar no fogo, vai perceber uma coisa interessante: o sapo se ajusta à temperatura da água, e permanece lá dentro. E continuaria se ajustando, quanto mais subisse a temperatura. Quando a água estivesse perto do ponto de fervura, e o sapo tentasse saltar para fora, não conseguiria, porque estaria muito cansado devido aos ajustes que teve que fazer. Alguns diriam que o que matou o sapo foi a água fervendo.... o que o matou, na verdade, foi a sua incapacidade de decidir quando pular fora. 

Pare de se ajustar às pessoas erradas, relacionamentos abusivos, amizades parasíticas, trabalhos fim-de-carreira e tantas situações que vivem te "esquentando". Quando você já fez tudo o que pôde, e ainda tem que viver fazendo mais, você corre o risco de morrer tentando, e não alcançar nada.

Saia fora disso." Gilmour Ramos.


O ano está a acabar, e acho que é o momento ideal para deixar para trás tudo o que nos está a fazer mal, e entrar em 2016 com o "pé direito", com tudo aquilo que temos consciência que nos fará bem e será positivo no próximo ano. 


Não sou a favor de desistir à primeira tentativa, nem é isso que quero transmitir. Conhecem aquele ditado do "1 é bom, 3 é de mais"? É isso mesmo que eu penso. Devemos sempre lutar pelo que queremos, mas se essa luta nos começar a fazer mal, não vale a pena continuar a "bater com a cabeça na parede". 



Pára de por a felicidade dos outros na frente da tua. 


Pára de fazer o que os outros querem que tu faças. 


Pára de pensar no que a sociedade vai achar. 


Vive a tua vida. Sê feliz. 


Love yourself.

terça-feira, 4 de agosto de 2015

August wishlist


Imagem de fundo (via)



Se acompanharam o meu blog no último mês, sabem que assumi o compromisso (comigo mesma) de postar uma wishlist todos os meses. Por isso, cá estou eu para mais uma, do mês de Agosto claro.

No mês passado, todos os elementos da lista eram peças de roupa...o que não vai acontecer este mês, porque apesar de estarmos em épocas de saldos, o dinheiro não estica, e não tenho a mínima vontade de gastar o pouco que tenho com roupa, que até nem me está a fazer grande falta (até porque ando a trabalhar para pagar a universidade, o que não me permite usufruir dele para outro fins)!

1. AQUI ; 2. AQUI ; 3. AQUI ; 4. AQUI ; 5. AQUI ; 6. AQUI


Como os últimos são sempre os primeiros, vou começar por falar do livro "a rapariga no comboio" (reconhecem o nome, não? ahah). Escusado será dizer que estou louca desde o primeiro segundo que o vi para comprá-lo.
Quando vejo uma apresentação de livro que tenha frases do género "êxito de vendas mais rápido" ou "bestseller da ....." já fico com o bichinho da curiosidade em mim, que se intensifica quando leio as sinopses.

Para vos deixar também com esse bichinho (ou tentar) vou deixar aqui a sinopse:


"Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.
Até que um dia... 

Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada. 

Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos."


O que acharam? Bem, prometo que quando o ler deixo aqui a review, mas leiam também! Acho que vamos todos adorar!


Vejo-me a precisar de uma agenda. Quem tem blog (ou quem tem uma vida muito atarefada) sabe o quão útil se torna ter sempre um bloquinho onde apontar os nossos compromissos, ideias,tarefas, etc. E para pessoas como eu com graves problemas em saber gerir o tempo (risos) ainda mais útil se torna. Sabem aquele ditado do "não deixes para amanhã o que podes fazer hoje"? E sabem aquelas pessoas que fazem exatamente o contrário e deixam sempre para depois? Olá, muito prazer, eu sou uma dessas pessoas (ahahah!).

Agora devem estar a perguntar-se: "mas Joana vais mesmo gastar cerca de 13 euros numa agenda, quando há bem mais baratas nos hiperermercados?" Nãoooo, óbvio que não. Admito que adorei esta, e se fosse rica comprava na horinha, mas como não me posso dar a estes luxos, vou ter de procurar uma que faça o meu estilo, a um bom preço! Apenas coloquei esta, porque foi a única que encontrei que tivesse adorado, aqui na net.

Tal como preciso muito de uma agenda, também preciso muitooo de uma nécessaire. Estou farta de andar com tudo espalhado pela mala. Odeio quando estou num local público, e preciso da carteira, do telemóvel ou outra coisa qualquer e tenho de começar a por coisas para fora para conseguir encontrar o que preciso. O mais "engraçado" é que o que precisamos é o que demora mais tempo a aparecer. Que vergonha!


As alpargatas são magníficas! Adoro dourado. E adorei ainda mais quando as vi na sportzone. Mas como sempre, o momento estragou-se quando olhei o preço. Como assim 44.99? Será que não podem fabricar coisas destas para pessoas (como eu) que não podem gastar assim tanto dinheiro numa só coisa? E puff, a minha alegria acabou. Mas sempre posso sonhar, né?

Já tenho um relógio dourado, mas o que queria agora era um que conjugasse o dourado com o branco (adoro estas duas cores). E não é que encontrei? Fantástico! 
De qualquer maneira, vou ter de procurar um mais barato! Bolas, estou farta de ter de procurar sempre pelo mais barato. Será que não posso ser rica? Ganhar o euromilhões? Claro que não, só os ingleses e espanhóis é que ganham! (brincadeirinha)

Por último, mas não menos importante está o blazer. Desde que o vi que estou apaixonada. Já fui umas 5 vezes à loja mas o preço não baixa. Porque não o metem em saldos? Eu agradecia tanto!
Adoro o tecido, adoro o formato e adoro o estampado! O mais extraordinário é que a minha mãe também adorou (o que é raro) por isso acho que a única solução é ir pedindo com jeitinho para ver se ela me oferece! O facto de ela gostar já é meio caminho andado!


***

E vocês, já fizeram a vossa wishlist do mês presente? Deixem nos comentários! Vou adorar ver!
Gostaram das minhas escolhas?





quarta-feira, 29 de julho de 2015

Experiência social - Pedir comida a desconhecidos





Adivinhem quem passou hoje no código e já vai andar com um carrinho nas mãos? 
Exatamente, eu!

Não podia deixar de começar este post sem vos dar esta grande novidade! Ainda nem estou em mim, não porque seja difícil, mas sim porque o meu nervosismo estraga sempre tudo e no que toca a exames, é sempre quase certo. (quaseeeee

Agora já percebem porque andei ausente durante esta semana, certo? Tive de ler e reler o livro de código, decorar as velocidades, contra-ordenações, sinais, e ainda fazer testes....bem, uma trabalheira! O que interessa é que já terminei esta etapa, e é um "peso que tiraram dos meus ombros".

Amanhã começo a trabalhar, mas prometo, que vou arranjar sempre um tempinho para vir publicar, nem que esteja a cair para o lado de tanto sono e cansaço !! Haha ^^

***


Passando ao que interessa: sabem aquelas coisas que nos deixam contentes e tristes ao mesmo tempo? É verdade, sinto-me assim. Por um lado porque a sociedade de hoje, e desculpem a linguagem, é uma autêntica merda. Não há outra forma de caracterizar-la.

Parte-me o coração ver que quem tem muito (ou simplesmente alguma coisa), não seja capaz de partilhar, e que, por outro lado, quem tem pouco (ou nada) consiga ser "humano" ao ponto de partilhar o pouco que lhe resta.

No caso de Portugal, cortar nos rendimentos é só a quem tem pouco, agora os que recebem milhares por mês já não sofrem cortes. Custa-me que, por exemplo, a minha mãe trabalhe no duro, numa fábrica, todos os dias, e receba o ordenado mínimo, e esses senhores do Governo, que passam o dia sentados sem fazer nenhum, tenham uma vida de luxo. Que tal começaram a pensar em distribuir a riqueza? Já está mais que na altura!


Vocês devem-se estar a perguntar: Joana, estás para aí a falar de quê?
Mas aqui está a minha resposta, e vejam com os vossos próprios olhos!
É inacreditável!



(Nota: o vídeo em si, acaba no minuto 3, uma vez que a partir de aí é a repetição.)


Já conseguem perceber do que falo? Acho que este vídeo é uma grande lição de vida para todos nós. Sabem o que me incomodou mais? O facto de o terceiro senhor a ser gravado falar com maus modos, ter sido agressivo. Já nem condeno os dois primeiros pois enquanto estes dois disseram "não" educadamente, o terceiro até recorreu a palavrões. Será que não chegava dizer que não?

Há pessoas que simplesmente não estão "nem aí" para estas situações, mas se há coisa que me entristece e parte o coração é ter de assistir a este tipo de coisa. Já levei muito na cabeça por defender sempre "os outros" (como a minha avó diz), defender com "unhas e dentes" toxicodependentes, alcoólicos, sem abrigos, e todas as pessoas desfavorecidas e excluídas socialmente, mas é uma coisa que nasceu comigo.

E para quem não sabe, o que sempre quis seguir profissionalmente, foi (e é) serviço social (sou uma futura assistente social, portanto)! Bem, mas a minha "história" fica para depois.

***

Hoje só vos queria deixar com este vídeo, e gostava de saber a vossa opinião e que conclusões retiraram acerca dele.

(E desculpem se divaguei!)


"As coisas que damos às pessoas podem fazer uma vida.
Nunca olhe de baixo para cima uma pessoa, a não ser que seja para ajuda-la levantar"


quarta-feira, 22 de julho de 2015

101 em 1001




Vi esta tag no blog Diário de uma Africana, e gostei tanto da ideia que pensei logo em fazer também! (Vejam o dela aqui). 

O objetivo é fazer uma lista de 101 coisas a realizar durante 1001 dias....bem, espero conseguir concluir este objetivo! Vou estar sempre a atualizar a tag, riscando tudo o que eu já consegui fazer! 
Estou a trabalhar no meu novo layout (estou a tentar fazer um exclusivo para o meu blog, só tentar) e quando terminar (e se terminar), colocarei esta tag na barra lateral!


Data de início: 23 de Julho de 2015 (19 anos)
Data de fim: 19 de Abril de 2018 (21 anos)

Calculem a data de fim aqui


Legenda:                                                          Status dos objetivos:                                                                                                            
            Realizado                                                                        Realizado: 16/101
            Em andamento                                                                Em andamento: 13/101
            Não começou                                                                  Não começou: 75/101
            #Fail                                                                                 #Fail: 1/101




1. Entrar na universidade.
2. Ir todas as semanas à natação, durante um mês.
3. Trabalhar no verão. (de 31.07.2015 a 11.09.2015)
4. Tirar a carta de condução. (código: check - 30.07.2015 / condução: check - 17.02.2016)
5. Ter um layout feito por mim.
6. Participar em 3 workshops/simpósios (2/3) - refugiados; "galisenior";
7. Acabar de ver a série skins.
8. Ler todos os livros que tenho acumulados na prateleira.
9. Parar de comprar livros novos, enquanto não ler os que tenho. (#Fail - porque já "desobedeci")
10. Voltar a ir a um concerto do Dengaz.
11. Ir a Lisboa.
12. Escrever um texto por semana durante 3 meses.
13. Concluir o curso de catequista.
14. Aprender a delinear os olhos.
15. Enviar 5 cartões no Natal.
16. Fazer exercício todos os dias, durante (pelo menos) 3 meses.
17. Acampar.
18. Ir ao oceanário.
19. Ir ao Starbucks.
20. Enviar a ficha de inscrição de voluntariado para o Banco Alimentar. (e já fiz voluntariado :D)
21. Aprender a fazer um bolo sem recorrer à receita.
22. Comprar uma máquina fotográfica.
23. Renovar o guarda-roupa.
24. Ir a um concerto do Justin Bieber.
25. Visitar 3 museus. (2/3)
26. Ir a um lançamento de livro.
27. Fazer uma tatuagem.
28. Fazer um corte radical no cabelo. *chorando*
29. Ir à Serra da Estrela.
30. Dar catequese.
31. Emagrecer 5kilos e manter.
32. Criar produtos personalizados do blog.
33. Comer sushi.
34. Ver as estrelas com um telescópio.
35. Ir a um parque de desportos radicais.
36. Criar a página de facebook do blog. (Aqui)
37. Concluir o "wreck this journal".
38. Aprender a falar inglês fluentemente.
39. Andar de avião.
40. Andar de moliceiro.
41. Ir a um festival de Verão.
42. Manter o blog atualizado.
43. Conhecer bloggers que eu gosto.
44. Gravar um vídeo para o blog.
45. Adotar um cão abandonado.
46. Conseguir parcerias para o blog.
47. Ir ao estádio ver o Benfica jogar.
48. Começar a ver 3 séries novas. (1/3) - My mad fat diary;
49. Visitar um campo de concentração.
50. Doar sangue. (/apanhar coragem!) CONSEGUI!
51. Ler 5 livros durante 2 meses.
52. Lavar a louça durante 1 semana sem refilar.
53. Conseguir fazer panquecas sem que se partam todas.
54. Ver 3 filmes em 1 dia.
55. Ter todos os livros do John Green.
56. Oferecer ao meu irmão algo que ele queira muito.
57. Ver "o diário da nossa paixão" sem chorar.
58. Treinar o meu cão.
59. Convencer os meus pais a deixarem-me entrar nos Bombeiros.
60. Beber 1 litro de água por dia (tornar hábito).
61. Fazer as unhas todas as semanas durante 6 meses.
62. Comprar a camisola oficial do Benfica.
63. Fazer uma parede de fotos.
64. Organizar os meus gastos.
65. Organizar o meu computador.
66. Dar um presente feito por mim a alguém.
67. Ler um livro noutro idioma.
68. Descobrir 5 bandas novas. (2/5) - Iron Maiden; Megadeth; 
69. Ver o Diogo Piçarra ao vivo. (16.08.2015)
70. Não beber bebidas com gás durante 2 meses.
71. Comer, pelo menos, 1 peça de fruta todos os dias (tornar hábito).
72. Não apanhar escaldões (usar o protetor solar, portanto).
73. Plantar um jardim de flores.
74. Pescar.
75. Ver o António Zambujo e o Miguel Araújo ao vivo.
76. Ter todos os livros do Nicholas Sparks.
77. Lançar uma garrafa com uma mensagem no mar.
78. Manter o blog até ao fim deste projeto.
79. Ir a uma sessão de autógrafos.
80. Não comer gelados durante 2 semanas.
81. Aprender a fazer tranças.
82. Ler um livro biográfico.
83. Comprar um conjunto de roupa de ginástica.
84. Comprar uma nova toalha de praia.
85. Fazer um banho turco.
86. Ver o por-do-sol na praia.
87. Visitar 5 cidades portuguesas que ainda não conheço. (4/5) - Viseu; Lamego; Vila Real; Arouca
88. Ver um filme do harry potter.
89. Ir à sessão da meia noite do cinema.
90. Ir ao teatro.
91. Andar de elétrico.
92. Não comer doces durante 1 semana.
93. Alugar um filme no videoclube.
94. Comprar uma bicicleta nova.
95. Ir ao Gêres.
96. Ir ao médico para tratar do meu ombro. (início fisioterapia: 05.08.2015)
97. Andar de carro sozinha.
98. Fazer com que 2 pessoas entrem neste desafio. (1/2)
99. Ir votar.
100. Criar um álbum de fotos durante estes 1001 dias.
101. Colocar 5 moedas no mealheiro por cada meta concluída.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

July wishlist




Descobri à pouco tempo este conceito de "wishlist" e adorei. É super útil, pois é uma maneira de juntar o que realmente gosto e preciso, para depois não andar com indecisões na hora de comprar.

No sábado andei pelo fórum de Aveiro à procura de uma prenda para a minha melhor amiga (que fez anos) e adorei imensas roupas que vi por lá, mas claro...não comprei nada, porque o dinheiro que tinha era só para a prenda :(

Bem, mas aqui fica a minha wishlist de Julho (já a meio do mês, eu sei)!!

1. AQUI 2AQUI 3. AQUI 4. AQUI 5. AQUI 6. AQUI 7. AQUI 8. AQUI 9. AQUI
10. AQUI 11AQUI


Todas as peças da wishlist pertencem a lojas físicas (bershka, stradivarius e parfois), e assim, caso gostem de alguma coisa, podem sempre ir ver na loja (se forem como eu e não gostarem de comprar online, rs)!

Se pudesse comprava tudo o que escolhi para colocar neste post, mas como não posso, porque (ainda) não sou rica, a única coisa que posso fazer é adorar virtualmente as peças haha!

Ahhh, mas se tivesse de optar por alguma coisa para comprar já, escolhia, sem dúvida, e excluindo os acessórios, os calções e o top (de ombros descobertos).

***

Gostaram de alguma peça? Por qual optavam para comprar?
Beijinhos

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Don't judge challenge: just one joke or...?




Não podia deixar passar este tema sem dar a minha opinião. Estou super revoltada. 

Não consigo explicar o quão ridículo acho esta brincadeira. Como é que conseguiram transformar um assunto sério, o verdadeiro valor de "DON´T JUDGE CHALLENGE" para uma coisa banal, que se brinca como se não estivesse em jogo os sentimentos das pessoas?

Então os adolescentes (na sua maioria) passam os dias nas redes sociais a reclamar pelo facto de a sociedade criticar isto e aquilo, acabando com a autoestima de algumas pessoas, e de repente, essas mesmas pessoas fazem brincadeiras em que poêm pintas na cara (a imitar o acne), pintam uma monosobrancelha, e ainda fazem com que pareça que têm dentes tortos, ou mesmo a falta destes? Já imaginaram como se sentem as pessoas que têm acne a ver esses vídeos? Pessoas com os dentes tortos?

Não entendem que vocês a fazer isso estão a julgar alguém? E porquê? Só porque algumas pessoas não nasceram dentro do padrão de beleza que está estupidamente definido pela sociedade, são menos bonitas que vocês? Por amor de Deus. Cada vez o mundo está pior.

Não me interessa quem fez ou deixou de fazer, mas qual é o objetivo de pintarem a cara, fazerem-se de estúpidos, porem a mão na câmara e de repente já estão uns verdadeiros "modelos" a sorrirem e a morder o lábio para o vídeo? O que acho ainda mais impressionante, é que parece que estão todos a gostar "uau, és mesmo bonita assim"! No entanto, para mim, por muito que sejam bonitinhos por fora, só estão a mostrar que são horríveis por dentro, a julgarem as outras pessoas.

Porque é que as raparigas que fizeram esta brincadeira, quando põem a mão à frente e voltam a aparecer, estão todas maquilhadas? Para fazer desaparecer o acne com que estavam a gozar? Pois. Provavelmente.

Vejam o verdadeiro "don't judge challenge" aqui


***

E vocês? O que acham sobre este tema? Levam a sério ou até se riem com a brincadeira?
Contem-me tudo sobre a vossa opinião!

Beijinhos, Joana

terça-feira, 30 de junho de 2015

Cidades de Papel, John Green


Imagina uma amizade de infância. Essa amizade terminou. São adolescentes e estão no último mês do secundário. Continuas apaixonado por aquela que foi a tua melhor amiga. Ela entra pela janela do teu quarto. Leva-te para a maior aventura da tua vida. Ficas com esperanças. Ela desaparece.


Oi gente! Hoje decidi fazer a review do livro "cidades de papel", de John Green (paper towns, em inglês)! Eu adoro este escritor, e já andava "de olho" neste livro há algum tempo, e por sorte recebi-o como prenda de aniversário! 

Li este livro em 3 noites (cerca de 150 páginas por noite), o que era de esperar com um livro tão bom! Vamos perceber o porquê de ter gostado tanto do livro.





SinopseQuentin Jacobsen e Margo Roth Spiegelman são vizinhos e amigos de infância, mas há vários anos que não convivem de perto. Agora que se reencontraram, as velhas cumplicidades são reavivadas, e Margo consegue convencer Quentin a segui-la num engenhoso esquema de vingança. Mas Margot, sempre misteriosa, desaparece inesperadamente, deixando a Quentin uma série de elaboradas pistas que ele terá de descodificar se quiser alguma vez voltar a vê-la. Mas quanto mais perto Quentin está de a encontrar, mais se apercebe de que desconhece quem é verdadeiramente a enigmática Margo.Cidades de Papel é um romance entusiasmante, sobre a liberdade, o amor e o fim da adolescência.





Adoro livros que descrevam aventuras, amores e desamores, e no que toca a isso, John Green é excelente, um verdadeiro génio literário!

Como perceberam pela sinopse, a história desenvolve-se à volta de Quentin e Margo
Sabem aqueles filmes em que a rapariga é super popular, e o rapaz é completamente apaixonado por ela mas como é um "zé ninguém" acha que nunca vai ter hipóteses? É isso mesmo! Mas a diferença é que neste livro, estas duas personagens foram melhores amigas durante a infância. Porque se terão afastado? (Haha, não vou dizer!).
No entanto, já no final do secundário, Margo entra pela janela do quarto de Quentin e faz-lhe uma proposta (não, ela já tinha planeado tudo porque sabia que o convencia): ele ajudava-a a concretizar o seu plano de vingança e em troca, vivia a maior aventura que podia ter na sua vida.

A partir daqui já sabem que ele aceitou, e que partiram para o "ataque". Esta é a primeira aventura do livro! Bem, ao ler tudo aquilo pensei "mas como nunca me lembrei de fazer umas partidas destas?", pois acreditem, é um plano doutro mundo!

No final da madrugada, quando já tinham voltado a suas casas, Quentin ficou na esperança que no dia seguinte tudo iria ser diferente: a miúda mais gira e popular da escola ia passar mais tempo com ele, iam estar juntos no secundário, ele poderia ter hipóteses. 




Mas.....nada disto aconteceu, pois no dia seguinte ninguém sabia de Margo. Nem nas semanas seguintes. Até que Quentin começou a investigar: descobriu uma pista aqui, outra acolá. Andou de cidade em cidade. Mas nada. Tinha já passado muito tempo, e cada vez era mais evidente que Margo tinha morrido. Mas o amor que ele sentia por ela, não o deixava parar de procurar, parar de ter esperança.

Será que ele a encontrou? Será que ficaram juntos?
Será que é mais uma história de John Green que acaba mal?

Aconselho-vos a leitura deste livro, é ótimo e não me canso de o dizer! 

"Cidades de Papel" está em 2º lugar dos meus livros preferidos! (Acho que é impossível descobrir um livro que me toque tanto como "À procura de Alaska", também do John Green - mais tarde farei a review dele para vocês!)


**


Que acharam da review? Ficaram com vontade de ler? 
Se já leram, o que acharam?

Contem-me tudo!

Beijinhos!

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Série: Orange Is The New Black




Oiiiii!!!!

Bem, tenho estado (muitoooooooo) ausente, mas tenho uma boa justificação: exames e mais exames. A vida de estudante é tão díficil, porquê?

No entanto, o que interessa é que estou de volta e agora tenho todo o tempo do mundo para escrever para vocês!

Primeiro pensamento: FÉRIAS DE VERÃO, YUPIII!

Segundo pensamento: Como vou aproveitar o meu tempo durante estas férias? (Além de ir à praia, estar com os amigos, etc....como é óbvio).

Naturalmente, nas férias temos mais tempo livre, e, como tal, às vezes até ficamos um pouco aborrecidos por não saber como ocupar o nosso tempo. Nestas alturas surge sempre algumas ideias: "vou ver um filme", "quero ver uma série", mas ainda ficamos algum tempo na dúvida e na indecisão porque a verdade é que quanto maior variedade há, mas indecisos ficamos durante a escolha.


Para facilitar as coisas, decidi hoje dar-vos uma sugestão: se querem começar a ver uma série e não sabem qual, aconselho-vos "Orange is the new black".




SinopseA série desenvolve-se à volta da história de Piper Chapman, que mora em Nova York e é condenada a cumprir 15 meses numa prisão feminina federal por ter participado no transporte de uma mala de dinheiro proveniente do tráfico de drogas a pedido da sua ex-namorada, Alex Vause, que integra um grupo internacional de tráfico de drogas. O delito ocorreu dez anos antes do início da série e, no decorrer desse período, Piper seguiu sua vida tranquila entre a classe média-alta de New York, ficando noiva de Larry Bloom. Quando presa, Piper reencontra Alex, elas reanalisam seu relacionamento e lidam com suas companheiras de prisão. 


Bem, pela sinopse vocês devem ficar a pensar "uma série sobre um casal, tão típico", mas a série é muito mais que isso

O que eu adoro na série é que varia entre o dama e a comédia. Ao longo de um episódio, tanto posso rir como chorar. Além disso, tenta ser realista o mais possível, confrontando-nos com as duras realidades do mundo, principalmente do mundo sempre injusto com as mulheres.

(Nota: a série é baseada num livro verídico, sobre a experiência da sua escritora numa prisão feminina. Podem consultar o livro aqui.)

Já vi muitas pessoas dizer que é uma série para lésbicas, o que é totalmente mentira. É claro que existem lésbicas na série, o que é de esperar numa prisão só de mulheres, mas não é só lésbicas. No entanto, este tema é abordado de diversas maneiras: as dúvidas em relação à sua sexualidade no caso da Piper, a escolha deste estilo de vida no caso da Alex, amor no caso da Poussey, ou pura saudade de contato humano, por exemplo, no caso da Lorna Morello.

(Se têm algum problema com homossexualidade, o melhor é não assistirem.)



Decidi não falar nas personagens porque o post tornar-se-ia muito longo e vocês perderiam logo o interesse. Desta forma, sugiro que pesquisem. Vão adorar! São personagens que é impossível não gostar e, de qualquer forma, vai haver sempre momentos em que é inevitável não nos identificar-mos.

 5 motivos para assistirem Orange is the new black:


1. Primeira série que retrata prisioneiras femininas: o elenco é 90% feminino.

2. É usado o humor para criticar algumas situações do quotidiano das prisioneiras: temos um exemplo logo na primeira temporada, em que todos pensavam uma coisa, mas na realidade era outra. Mas vão ter de assistir para descobrirem!

3. As personagens secundárias são tão importantes como a principal: cada episódio é dedicado a uma personagem, na medida em que através de flashbacks percebemos o porquê de aquela detenta estar na prisão.

4. Não há vilões: todas as personagens "fazem das suas" mas ao mesmo tempo, estão sempre próximas.

5. A homossexualidade é tratada com naturalidade: um fator que considero bastante importante, uma vez que na vida real, todas sabemos que não é isto que acontece. Desta forma, a série pode até influenciar (positivamente) as cabeças mais "atrasadas".






E vocês? Já conheciam a série? O que acharam do post?
 Ficaram com vontade de ver? 



Até à próxima!



sexta-feira, 22 de maio de 2015

Livros: sugestões


Andas indecisa sobre o próximo livro que valerá a pena ler? Então não te preocupes, porque hoje decidi deixar aqui uma lista com as melhores sugestões, e tenho a certeza que algum te chamará a atenção!


Nota: todas as sugestões que deixar neste post são de livros do género romance. No entanto, na próxima vez, farei uma lista de sugestões sobre livros de outro género literário! (se quiserem algum em especial, deixem nos comentários!)




Livro: À procura de Alaska
Autor: John Green
Páginas: 256
Editor: Edições Asa
Preço (actual) Bertrand: 16.90€

Sinopse: "Alaska Young. Lindíssima, esperta, divertida, sensual, transtornada...e completamene fascinante. Miles Halter não podia estar mas apaixonado por ela. Mas, quando a tragédia lhe bate à porta, Miles descobre o valor e a dor de viver e amar de modo incondicional. Nunca mais nada será o mesmo"


Comentário pessoal: Sem qualquer dúvida, este é o melhor livro que já li na vida (e acreditem, já li bastantes livros). Além de ser um livro que cativa desde a primeira página, é super fácil de ler devido à simplicidade e acessibilidade da sua linguagem. A história é fascinante, e digo-vos, à medida que ia lendo o livro, desejava que as personagens fossem reais! De que estão à espera para o ler?



Livro: Dei-te o melhor de mim
AutorNicholas Sparks
Páginas: 304
EditorEditorial Presença
Preço (actual) Bertrand: 15.90€

Sinopse: "Amanda e Dawson, são dois adolescentes envolvidos na mágica experiência do primeiro amor. Contudo, sob a pressão familiar e social, são obrigados a seguir vidas distintas. Somente vinte e cinco anos mais tarde voltam a encontrar-se, por altura da morte do único homem que tinha protegido o jovem casal apaixonado. E se para ambos o amor de outrora se revela intacto, confrontam-se inevitavelmente com as escolhas feitas e os compromissos assumidos. Qual era então o sentido daquele encontro, se nada podia mudar o passado?"

Comentário pessoal: Se já leram algum livro do Nicholas Sparks, sabem que ele é dos melhores escritores românticos que existem e que as suas histórias são sempre fantásticas, certo? Este livro é só mais um para provar que isto é verdade! Não hesitem em lê-lo! Vão adorar (tal como eu). Mas dou-vos um conselho: leiam primeiro o livro


Livro: Prometo falhar
Autor: Pedro Chagas Freitas
Páginas: 392
Editor: Marcador
Preço (actual) Bertrand: 17.50€ 

Sinopse: "Prometo falhar é um livro de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. O amor. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra sem margem para equívocos porque é que é possível sair ileso de tudo. Menos do amor."


Comentário pessoal: Sem dúvida que este é o livro do momento. O livro que todos falam. O livro que todos querem ler. Infelizmente, ainda não tive oportunidade de o ler, mas pelas frases que vejo na internet e pelos comentários de quem já leu, entrou diretamente para a lista dos próximos 5 livros que tenho (obrigatoriamente) de ler! Mal posso esperar!


Livro: O amor é fodido
AutorMiguel Esteves Cardoso
Páginas: 184
EditorPorto Editora
Preço (actual) Bertrand: 14.40€ 

Sinopse: "As lágrimas das raparigas refrescam-me. Levantam-me o moral. Às vezes lambo-a dos cantos dos olhos. São pequenos coquetéis sem álcool, inteiramente naturais. Dizer: "não chores" funciona sempre, porque só mencionar o verbo "chorar" emociona-as e liberta-as, dando-lhes carta branca para chorar ainda mais. Só intervenho com piadas e palavras de esperança e de amor quando elas vão longe de mais e começam, por exemplo, a pingar do nariz."

Comentário pessoal: Nem imaginam....ando desde o ano 2012 à procura deste livro e NUNCA o tinha encontrado, por isso imaginem a minha cara quando entro na bertrand e ele está mesmo ali! Estou louca para o ler! Os resumos são super interessantes e o título é super sugestivo (calculo que todos nós já alguma vez tenhamos sentido isto mesmo: o amor é fodido!). Quando tiver oportunidade de o ler, farei aqui uma review do livro para vocês!


Livro: Se eu ficar
AutorGayle Forman
Páginas: 216
EditorEditorial Presença
Preço (actual) Bertrand: 15.50€ 

Sinopse:"Naquela manhã de fevereiro, quando Mia, uma jovem de dezassete anos, acorda, as suas preocupações giram à volta de decisões normais para uma rapariga da sua idade: permanecer junto da família, do namorado e dos amigos ou deixar tudo e ir para Nova Iorque para se dedicar à sua verdadeira paixão, a música. É então que ela e a família resolvem ir dar um passeio de carro e, numa questão de segundos, um grave acidente rouba-lhe todas as escolhas. Nas vinte e quatro horas que se seguem e que talvez sejam as suas últimas, Mia relembra a sua vida, pesa o que é verdadeiramente importante e, confrontada com o que faz com que valha mesmo a pena viver, tem de tomar a decisão mais difícil de todas."

Comentário pessoal: Este é o típico livro que no fim, deixa sempre a pergunta: "o que?" "como aconteceu isto?" "e agora?" "que vai acontecer?" e com uma única certeza: "tenho de ler o próximo para saber o que se vai passar!" Vale a pena a leitura!



Deixo-vos com 5 maravilhosas sugestões! Volto na próxima com mais (deste ou doutro género que vocês preferirem, é só pedir nos comentários)!

Espero que algum livro vos tenha despertado aquele "bichinho" e que vos ajude a decidir a vossa próxima leitura. Não se esqueçam que ler é super importante e saudável!

Beijinhos,
Joana

terça-feira, 12 de maio de 2015

Método de estudo (exames nacionais)

Boa noite visitantes!


Tal como eu, muitas de vocês também irão realizar exames nacionais dentro de cerca de um mês (está quase, infelizmente). Calculo que já se estejam a preocupar, principalmente quem precisa destes exames como prova de ingresso para, mais tarde, se candidatarem à universidade! (boa sorte!)


Decidi deixar aqui algumas dicas que vocês poderão aplicar no vosso estudo e, mais facilmente, conseguirem estudar tudo "a tempo e horas".

Em primeiro lugar, e o mais importante é o material de estudo (livros, apontamentos, ...).


Pessoalmente, acho que os livros de preparação da Porto Editora são os melhores (estão sempre muito bem estruturados, com bons resumos e acompanhados de exercícios do estilo dos exames)!
O pior é o preço (variam entre 20€ e 30€) e quem não tem possibilidades de adquirir estes livros, tem sempre alternativas.

Uma dessas alternativas é, por exemplo, estudar pelos resumos do site resumos.net. TEM TODAS AS MATÉRIAS! É nesse site que procuro sempre os resumos que necessito para estudar para os testes, e recomendo!

Não se esqueçam que podem também utilizar os vossos manuais e apontamentos das aulas! Não os deixem num canto, porque são sempre bastante úteis!!

Segundo problema: como vou concentrar-me e qual o método mais eficaz para decorar e perceber a matéria?


Fazer resumos não é o melhor método de estudo, e, posto isto, instala-se uma pergunta: então por que fases deve passar o meu estudo? O estudo deve passar por quatro fases, que são as seguintes:
  1. Programar o que vou estudar: não deixem tudo para o último dia!! Façam um planeamento e dividam matérias por dias ou semanas;
  2. Seleccionar informação (dos livros, internet, ....) e fazer uma leitura concentrada;
    Apontem sempre as vossas dúvidas para, mais tarde, esclarecerem.
  3. Realizar exercícios, questões tipo-exame;
  4. Repetir as matérias para vocês mesmo, para assim, poderem saber se já conseguem falar facilmente dos vários assuntos, ou se ainda precisam de rever.
Finalmente, outra boa opção de estudo é realizar os exames dos anos passados. Ajuda bastante, porque além de poder vir a sair matéria repetida, o género de perguntas é sempre o mesmo!


Espero que este post vos seja muito útil!
Deixem as vossas opiniões, críticas, sugestões, ...
Obrigada pela visita, e já sabem, não parem de ler! Beijinhos, Joana



domingo, 10 de maio de 2015

Primeiro post no meu blog!!!

Olá visitantes!!!

É o meu primeiro post e como tal, não sei o que escrever (até porque acho que ninguém vai ler)!

Sou a Joana, tenho 18 anos (19 dentro de 7 dias rsrs) e sou da "veneza de Portugal" (Aveiro). Para quem não sabe onde fica, pesquisem porque é uma cidade lindíssima!

Bem, vou começar por falar do porquê de ter criado esta página....há uns 3 anos aventurei-me no mundo dos blogs (com muito medo à mistura!) mas não foi nada do que estava à espera porque por muito que eu escrevesse e publicasse nunca tinha o reconhecimento que acho que era merecido. Como não fazia ideia de como o tornar mais conhecido e todas as tentativas eram em vão, acabei por desistir e apaguei-o. (:/)
No ano passado voltei a tentar mas mais uma vez.....desisti!

Como diz o ditado "à terceira é de vez" e.....AQUI ESTOU EU (e prometo que não volto a apagar, no máximo deixo de publicar, mas apagar, nunca....e tenham em conta que cumpro sempre o que digo!).

Para quem leu (se é que alguém leu) obrigada por terem perdido estes 3 minutitos e dêem a vossa opinião, as vossas críticas, conselhos....enfim, tudo o que vos vier à cabeça!

Sejam bem-vindas!

Copyright © 2014 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo